25 fevereiro 2024

Candidato a Conselheiro Tutelar de Porto Walter faz comentários ofensivos sobre mulheres em grupo de WhatsApp

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Um episódio recente na corrida eleitoral para o cargo de Conselheiro Tutelar no município de Porto Walter ganhou destaque nas redes sociais após a divulgação de uma captura de tela de uma conversa em um grupo de WhatsApp. O candidato Uelesson Silva fez comentários altamente ofensivos sobre as mulheres da região, utilizando termos pejorativos e discriminatórios.

Na mensagem, Uelesson Silva, em tom de depreciação, proferiu comentários desrespeitosos sobre as mulheres da cidade, afirmando: “Passou aqui da boca do sangrador do lago da Maitá tu ver mulher bonita, essas daqui são umas macacas, acalhadas, seringueiras, etc.”

A vereadora de Porto Walter, Cleide Silva, que também ocupa o cargo de presidente do Conselho Municipal da Mulher, teve acesso à captura de tela da conversa e relatou que foi procurada por várias mulheres da comunidade, todas elas indignadas com o conteúdo discriminatório e ofensivo das declarações de Uelesson.

A vereadora Cleide Silva levantou uma questão fundamental ao questionar a aptidão de Uelesson Silva para o cargo de Conselheiro Tutelar. Ela destacou que, se o candidato não demonstra respeito pelas mulheres da cidade, como poderá garantir o devido respeito e cuidado para com as crianças que são o foco central do trabalho do Conselho Tutelar?

Vale ressaltar que, neste pleito, quinze candidatos estão disputando as cinco vagas de Conselheiro Tutelar no município de Porto Walter. Este incidente deve gerar reflexões não apenas sobre as qualificações dos candidatos, mas também sobre a importância de promover o respeito, a igualdade e a dignidade de todas as pessoas, independentemente de seu gênero ou origem, em todos os âmbitos da sociedade.

Veja Mais