13 abril 2024

Criança indígena de 7 anos fica gravemente ferida após queda em evento cultural no Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Uma menina indígena de 7 anos, pertencente à etnia Kaxinawa, encontra-se em estado grave após sofrer uma queda de seis metros durante um evento ocorrido na quarta-feira (27), no Centro de Convenções da Universidade Federal do Acre (Ufac), em Rio Branco.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), a criança recebeu atendimento de uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), sendo inicialmente levada ao pronto-socorro. Dada a gravidade de seu quadro clínico, foi encaminhada para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Criança.

A Ufac esclareceu que apenas cedeu o espaço para a realização do I Encontro Cultural dos Festivais e Vivências Huni Kui e não possui informações adicionais sobre o incidente. O G1 entrou em contato com o presidente da Federação do Povo Huni Kui (Fephac), Ninawá Inu Huni Kui, para obter mais informações sobre o estado da menina, aguardando resposta até a última atualização desta matéria.

Após a queda, a criança perdeu a consciência e apresentou vômitos, sendo intubada pela equipe do Samu. Segundo a Sesacre, no pronto-socorro, foi avaliada pela equipe de neurocirurgia, que diagnosticou um traumatismo craniano e recomendou o tratamento intensivo na UTI pediátrica.

A menina foi transferida para a UTI do Hospital da Criança na madrugada desta quinta-feira (28). “Atualmente, a paciente encontra-se em estado grave, estável, intubada, sob ventilação mecânica, sem necessidade de drogas vasoativas. Estamos aguardando reavaliação da equipe de neurocirurgia”, informou a Sesacre.

 

Veja Mais