21 fevereiro 2024

Governo do Acre e ICMBio firmam parceria para ações integradas de meio ambiente

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Com o propósito de atuar de forma integrada, buscando uma política consolidada frente aos ilícitos ambientais, o governo do Acre, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), recebeu uma equipe da regional Norte do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), nesta quinta-feira, 21, em Rio Branco.

Na oportunidade, a secretária adjunta do Meio Ambiente, Renata Souza, acompanhada do diretor de Meio Ambiente, André Pellicciotti; do coordenador do Centro Integrado de Geoprocessamento e Monitoramento Ambiental (Cigma), Cláudio Cavalcante; e do assessor Elielton Ferreira; falou da importância da união entre o governo estadual e federal na atuação integrada de ações no enfrentamento aos ilícitos ambientais.

“É uma parceria no sentido de termos uma política consolidada, tanto no aspecto da gestão de unidades de conservação, quanto nas estratégias ações de combate ao desmatamento. Temos o Cigma, que qualifica e quantifica os dados, que podemos disponibilizar para unir forças; é realmente dessa junção de órgãos que estão à frente da agenda ambiental que precisamos”, disse.

A gerente da regional Norte do ICMBio, Tatiane Leite, corroborou a afirmativa. “Com essa união conseguimos dedicar esforços de forma equalizada, de modo que eles não se sobreponham, então, conseguimos ter uma qualidade técnica das ações a partir do momento em que a gente reúne informações direcionadas para atuar de forma mais efetiva. Assim, os órgãos conseguem combater o desmatamento, a grilagem de terras e outros crimes ambientais”, afirmou.

A gerente falou ainda sobre o compartilhamento de informações do Cigma que passam a ser cedidas pela Sema. “O compartilhamento de dados é essencial. A ideia é a gente ter acesso a esses dados que o Acre gera e que está disponibilizando para instituições federais”, acrescentou.

Estiveram presentes ainda na reunião o gerente regional do ICMBio, Samuel Nienow; e o coordenador regional do ICMBio e chefe Unidade ICMBio Resex Chico Mendes, Marcos Mesquita.

Veja Mais