21 fevereiro 2024

Manaus entra em situação de emergência por causa da seca no Rio Negro

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Seca atinge cidades do Alto Rio Negro (Foto: Divulgação/Defesa Civil)

Manaus está em situação de emergência. Tudo por causa da seca que atinge o Rio Negro. E a culpa é do El Niño. Mas não só dele.

O aquecimento do Atlântico Tropical Norte, logo acima da linha do Equador, também interfere, porque inibe a formação de nuvens, reduzindo o volume de chuvas na Amazônia.

O Rio Negro atingiu, nessa quinta-feira (28), a cota de 16 metros e 11 centímetros, nível muito baixo para o período.

Com isso, a Prefeitura de Manaus decretou situação de emergência por 90 dias.

O decreto é mais uma das ações que a prefeitura vai usar para ajudar a população a atravessar este período de seca que afeta a cidade.

Agora são 17 municípios amazonenses em situação de emergência.

Das 62 cidades que compõem o estado, apenas duas não estão entre as afetadas: Presidente Figueiredo e Apuí. Cinco estão em estado de atenção e 38, em alerta.

A prefeitura de Manaus começa nesta sexta-feira (29) a distribuir cestas básicas, entregar 60 botes com motores e a perfurar 30 poços artesianos para ajudar as comunidades afetadas.

Agência Brasil

Veja Mais