18 julho 2024

Ministério da Educação anuncia programa de bolsa de permanência e poupança para estudantes de baixa renda no ensino médio

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Nesta ultima terça-feira, 26, o ministro da Educação, Camilo Santana, revelou detalhes do novo programa em fase final de elaboração, voltado para estudantes de baixa renda no ensino médio. A iniciativa oferecerá bolsa de permanência na escola, bem como uma poupança que poderá ser acessada ao concluir esta etapa da educação formal. Até o momento, os valores referentes à bolsa e à poupança não foram divulgados.

O ministro explicou que o programa está sendo desenhado com base nas possibilidades de recursos orçamentários disponíveis no Ministério da Educação (MEC) e no Ministério de Desenvolvimento Social. A integração com o Cadastro Único de inscritos em Programas Sociais (CadÚnico) e o programa Bolsa Família será realizada, além de incorporar o Censo Escolar do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Santana ressaltou que aproximadamente 7% dos estudantes do ensino médio abandonam a escola, uma estatística que o governo busca reverter com essa medida. O objetivo da bolsa é auxiliar nos gastos do cotidiano, proporcionando um suporte essencial para os estudantes. Além disso, a poupança terá um papel importante, podendo ser resgatada pelo aluno ao término do ensino médio para financiar projetos individuais, como iniciar um negócio ou custear os estudos universitários.

Ambas as assistências, bolsa e poupança, estarão condicionadas a contrapartidas dos beneficiários, como frequência escolar e êxito acadêmico. Este novo programa representa um esforço significativo do governo para promover a permanência dos estudantes no ensino médio, especialmente em um período crucial da vida em que desafios socioeconômicos frequentemente os levam a abandonar os estudos.

Veja Mais