13 abril 2024

Operação em busca de assaltantes da farmácia em Boca do Acre continua, com três mortos e um foragido em confronto policial

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

As operações para capturar todos os responsáveis pelo assalto à Farmácia Paraná, em Boca do Acre, no interior do Amazonas, estão em andamento. Até o momento, dos cinco criminosos envolvidos no crime ocorrido no início desta semana, três deles foram mortos durante confrontos com a Polícia Militar do Amazonas.

O quarto indivíduo envolvido, que teria se refugiado em uma área de mata na divisa entre o Acre e o Amazonas, permanece foragido, enquanto as autoridades continuam as investigações para localizar e prender todos os suspeitos.

O quinto elemento que participou do crime, segundo informações da polícia, teria conseguido escapar para Rio Branco, a capital do Acre, onde atualmente se encontra foragido. As autoridades trabalham com a suposição de que todos os envolvidos na ação criminosa são naturais do Acre.

Os três criminosos mortos em confronto com a Polícia Militar do Amazonas eram residentes do bairro Seis de Agosto em Rio Branco. O assalto ocorreu na última segunda-feira, 18 de setembro, dando início à busca pelos criminosos, que, na tentativa de fuga, capotaram a caminhonete roubada e seguiram a pé em direção a uma área de mata. A Polícia Civil suspeita que cinco indivíduos do Acre estivessem envolvidos no crime. Desses, três faleceram em tiroteios, um permanece foragido na floresta e outro, também foragido, teria conseguido retornar a Rio Branco.

Relembrando o incidente, na tarde da segunda-feira, quatro homens armados invadiram a Farmácia Paraná na cidade de Boca do Acre, no Amazonas. Utilizando violência, eles renderam os funcionários e obrigaram o proprietário, identificado como Essaú, a abrir um cofre e entregar todo o dinheiro em espécie. Durante a fuga, os criminosos roubaram a caminhonete do empresário e sequestraram um funcionário como refém. Na rota de fuga pela BR-317, sendo perseguidos pela Polícia Militar do Amazonas, os criminosos capotaram na estrada, abandonando parte do dinheiro e libertando o refém. Quando se embrenharam na mata, aproximadamente no km 45, ainda em território amazonense, um dos assaltantes, identificado como Ithalo Moura, entrou em confronto com os policiais, foi alvejado e socorrido, mas acabou falecendo no hospital.

Veja Mais