13 abril 2024

Réu condenado por divulgar fotos dos corpos de Marília Mendonça e Gabriel Diniz

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O juiz de direito Max Abrahão Alves de Souza condenou André Felipe de Souza Alves Pereira por divulgar fotos dos corpos dos cantores Marília Mendonça e Gabriel Diniz, com o claro intuito de humilhar e ultrajar os falecidos. A sentença foi proferida na quarta-feira (27/9) na 2ª Vara Criminal de Santa Maria, do Tribunal de Justiça do DF e dos Territórios (TJDFT).

André Felipe foi condenado a 2 anos e 3 meses de prisão por vilipêndio a cadáver, entre outros crimes, e está preso desde 17 de abril de 2023. A investigação, conduzida pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), revelou que o réu era responsável por perfis no Twitter que divulgaram fotos dos corpos dos artistas. Durante o interrogatório, ele confessou os crimes.

Postagem de Twitter

Além de vilipêndio a cadáver, André Felipe foi condenado por divulgação de nazismo, xenofobia, racismo de procedência nacional, uso de documento público falso, atentado contra serviço de utilidade pública e incitação ao crime. As investigações também apontaram sua participação em postagens ameaçadoras e racistas.

A Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) representa André Felipe neste caso. No entanto, não divulgou informações sobre a condenação.

 

Veja Mais