14 abril 2024

Suspeito de desmatar mais de 500 hectares de mata nativa no Acre é preso

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

No interior do estado do Acre, um homem foi detido na segunda-feira, 18 de setembro, sob suspeita de integrar uma organização criminosa responsável pela invasão da área de Reserva Legal do Projeto de Assentamento Antônio de Holanda, localizado em Bujari. A prisão ocorreu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão emitidos pela Justiça Federal.

Segundo informações da Polícia Federal, o indivíduo detido é considerado o líder do movimento de invasão e estava sob custódia por descumprir uma medida cautelar estabelecida durante a Operação Terra Solta I, realizada em março de 2023, com o objetivo de reprimir crimes ambientais no assentamento do Incra.

A investigação da Polícia Federal foi motivada por denúncias que apontaram que o suspeito promovia reuniões com invasores e arrecadava mensalidades e outros valores em nome da associação criminosa. Além disso, foram reportados novos casos de loteamento e ocupação irregular na área, que já resultaram em um desmatamento de mais de 500 hectares de mata nativa amazônica.

Os indivíduos envolvidos enfrentarão acusações judiciais que incluem crimes como associação a organização criminosa, invasão de terras públicas, desmatamento e falsidade ideológica, entre outros delitos acessórios. As penas potenciais para esses crimes somadas podem ultrapassar 20 anos de prisão.

Veja Mais