21 julho 2024

Funeral de brasileira vítima de ataque em rave em Israel

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Quando poucas pessoas são esperadas, moradores da região costumam comparecer às cerimônias, contou israelense que foi ao funeral.

No último ataque do Hamas em uma rave, a estudante brasileira Bruna Valeanu perdeu a vida, juntamente com Ranani Nidejelski Glazer. Karla Stelzer Mendes permanece desaparecida após o ataque que já é considerado um dos mais severos contra Israel nas últimas décadas. O funeral de Bruna Valeanu reuniu centenas de pessoas em Petah Tikva, Israel, demonstrando a forte solidariedade social e senso de responsabilidade mútua que caracterizam o país.

“Te amo pra sempre Bruna! Além da matéria. Você é nossa neném ‘forever’”, escreveu a irmã na publicação em que divulga informações sobre o enterro.

Os brasileiros em Israel estão sendo resgatados pela Força Aérea Brasileira (FAB), com o primeiro voo partindo de Tel Aviv e levando 211 passageiros para fora da área de conflito. Além disso, 30 brasileiros encontram-se na Faixa de Gaza, e medidas estão sendo coordenadas para garantir sua segurança e retirada da região.

O conflito entre o Hamas e Israel começou em 7 de outubro, quando o Hamas lançou um ataque-surpresa contra Israel. O Hamas é considerado um grupo terrorista e controla a Faixa de Gaza desde 2007. O ataque foi intenso, envolvendo lançamento de foguetes e invasões armadas em território israelense. Em resposta, Israel iniciou uma retaliação e enfrentamento, resultando em um trágico saldo de vidas perdidas, ultrapassando 1.800 pessoas até o momento.

A Faixa de Gaza, território palestino na fronteira oeste de Israel, tem sido o epicentro deste conflito. A região, marcada pela pobreza e superpopulação, enfrenta um bloqueio de bens e serviços imposto pelos países vizinhos. A situação permanece tensa e requer esforços diplomáticos para uma resolução pacífica.

Veja Mais