17 maio 2024

Iapen acompanha visitas técnicas da Secretaria Nacional de Políticas Penais nos presídios de Rio Branco

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Representantes do Instituto de Administração Penitenciária do Acre (Iapen) e da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen) estiveram na manhã desta terça-feira, 10, no Presídio Antônio Amaro Alves e Complexo Penitenciário de Rio Branco. Os profissionais visitaram cada espaço das unidades, onde verificaram desde o aspecto estrutural dos prédios até a parte de serviços de saúde e alimentação.

Representantes do Iapen e Senappen durante visita a presídios em Rio Branco. Foto: Clébson Vale/Iapen

Os policiais penais federais João Victor Dias, Sérgio da Silva e o diretor de Inteligência Penitenciária do Senappen, Sandro Abel Barradas, puderam conhecer a realidade do Sistema Penitenciário do Acre.

Segundo Alexandre Nascimento, presidente do Iapen, o momento é importante para integrar os trabalhos do instituto com a Senappen. “O objetivo é unir forças, para que a gente chegue a projetos e soluções que reforcem a segurança, que nos deem um aporte de informações, junto à estrutura de inteligência do governo federal, pois assim chegaremos a resultados efetivos quanto às melhorias que devem ser aplicadas aqui”, afirmou.

Barradas disse que o Acre é um estado importante e o objetivo inicial da visita é ter um diagnóstico mais atualizado, principalmente no enfrentamento das organizações criminosas: “Essa é uma das prioridades do ministro Flávio Dino [da Justiça e Segurança Pública] e também do nosso secretário, Rafael Velasco”.

Profissionais reunidos durante visita a unidade prisional: Foto: Clébson Vale/Iapen

Ainda segundo o diretor, é importante entender as necessidades da gestão. E destacou os avanços vistos no estado. “Tem que se ressaltar que nos últimos anos o Acre vem buscando, da melhor forma possível, com as condições que tem, enfrentar essas organizações criminosas. Isso vem tendo um grau de sucesso, mas a gente não pode se conformar com ações pontuais, porque a gente está falando de dinâmica de crime, então temos que trazer a importância dessa integração em nível federal, com o Acre e também com os outros estados da Federação”, afirmou.

Após verificar o funcionamento as principais unidades do estado, a equipe da Senappen pretende direcionar e orientar não só a área de inteligência como também a de gestão prisional.

Com informações Agência Acre

Veja Mais