13 abril 2024

Moradora do Bom Sucesso em Sena questiona a disponibilidade de fichas para atendimento médico em Posto de Saúde

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Uma moradora do bairro Bom Sucesso, em Sena Madureira, expressou sua frustração em relação à quantidade limitada de fichas disponibilizadas para atendimento médico no posto de saúde local. A situação levantou preocupações sobre o acesso aos serviços de saúde na comunidade e os desafios enfrentados pelos moradores que buscam assistência médica.

No relato da moradora, ela descreveu uma experiência recente em que chegou cedo ao posto de saúde, por volta das 8:00 da manhã, na esperança de receber atendimento médico. No entanto, ao tentar tirar uma ficha para consulta, foi informada de que todas as fichas já haviam sido distribuídas. A limitação estabelecida era de apenas 10 fichas disponíveis por dia.

A moradora destacou a presença de dois ou três médicos no posto de saúde naquele dia, incluindo um médico estagiário, mas ainda assim, a disponibilidade de fichas era extremamente limitada. Ela mencionou que mesmo o médico que estava de plantão ainda não havia chegado quando as fichas foram distribuídas.

A situação é particularmente frustrante para os moradores, uma vez que muitas vezes são encaminhados para o posto de saúde quando procuram atendimento hospitalar. Chegar cedo pela manhã com a esperança de receber assistência médica, apenas para descobrir que não há mais fichas disponíveis, coloca em evidência os desafios enfrentados pelos moradores locais ao acessar cuidados de saúde básicos.

Essa história levanta questões importantes sobre a capacidade de atendimento e a distribuição equitativa de fichas nos postos de saúde em áreas como Bom Sucesso. É evidente que a demanda por serviços médicos é alta, mas a disponibilidade limitada de fichas pode levar a situações em que os moradores são deixados sem acesso a cuidados essenciais.

Veja Mais