19 abril 2024

Operação PARTUM III: Força tarefa no Acre combate facções criminosas

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A Força Tarefa de Segurança Pública do Acre, composta pela Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Polícia Penal, iniciou nesta terça-feira (16) a Operação PARTUM III, visando combater facções criminosas que atuam no estado.

Essa operação é um desdobramento das Operações Policiais Partum I e Partum II, também realizadas pela Força Tarefa Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO). A investigação identificou membros de uma facção criminosa de alcance nacional atuando no Acre e em outros estados, envolvida em extorsões, tráfico de drogas e armas, homicídios e roubos.

Os policiais cumpriram 16 mandados judiciais expedidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas de Rio Branco – AC, sendo 05 de prisão preventiva e 11 de busca e apreensão na cidade de Rio Branco/AC.

Os investigados responderão pelos crimes de integrar organização criminosa, cuja pena varia de 3 a 8 anos de reclusão. Além disso, poderão responder por outros delitos relacionados, como tráfico de drogas (Lei 11.343/2006) e posse irregular de armas (Lei 10.826/2003).

A operação foi denominada “Partum”, palavra em latim que significa criativo. Esse nome faz referência aos variados e inusitados apelidos dados a alguns integrantes da facção, usados na tentativa de dificultar as investigações. A polícia divulgou alguns desses apelidos, como Ceifador da Morte, Filho da Rebeldia, Magrão do Trem Louco e Cavalo Forte.

Veja Mais