21 julho 2024

Prisão preventiva de suspeito de homicídio brutal em Assis Brasil é decretada

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

No último dia 11, Elizeu Avelino Jaminawa foi brutalmente assassinado a golpes de facão em Assis Brasil, município localizado no interior do Acre. Na sexta-feira (13), a prisão preventiva do principal suspeito pelo crime, Vanderlei Pereira Roberto Jaminawa, foi decretada.

Segundo consta na decisão de prisão preventiva, na manhã daquele fatídico dia, um grupo de seis indígenas da aldeia Nova Morada partiu em direção a Assis Brasil. Entre os passageiros estavam a vítima, Elizeu, e sua companheira, Graciela Melendre Jaminawa. Durante a viagem, deram carona a Vanderlei Pereira Roberto Jaminawa, que se tornou o principal suspeito do assassinato, e a sua esposa.

No percurso, Elizeu, que era o condutor da embarcação, fez duas paradas para comprar bebidas alcoólicas, compartilhando-as com Vanderlei. Em meio à ingestão das bebidas, o barco encalhou em um banco de areia, resultando na queda de Vanderlei. Irritado com a situação, ele culpou Elizeu, que prontamente se aproximou para prestar ajuda. No entanto, Vanderlei atacou Elizeu com vários golpes na cabeça, braços e costas, levando-o a óbito no local.

Na determinação judicial, o juiz de Direito Clovis de Souza Lodi destacou que os indícios de violência sugerem que, se permanecer em liberdade, Vanderlei representa um risco, concordando com a representação feita pela Polícia Civil.

“Portanto, diante do perigo à liberdade, não há alternativa senão decretar a prisão preventiva do acusado como uma garantia da ordem pública”, afirmou o juiz.

informações segundo o  G1AC.

Veja Mais