29 fevereiro 2024

Governo do Acre reforça a importância dos cuidados paliativos e da prevenção no combate ao câncer

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Câncer, celebrado em 27 de novembro, o governo do Acre, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), destaca a relevância da prevenção, do diagnóstico precoce e dos cuidados paliativos no tratamento da doença. A data, instituída em 1988 pelo Ministério da Saúde, busca aumentar a conscientização sobre essa enfermidade considerada uma das mais frequentes e mortais pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Brasil, o câncer de pele não melanoma é o mais comum, seguido pelo câncer de mama em mulheres e de próstata em homens. Esses dados alarmantes ressaltam a necessidade de abordagens eficazes na luta contra o câncer, incluindo a importância dos cuidados paliativos.

Receber um diagnóstico de câncer pode ser devastador, e os cuidados paliativos são fundamentais nesse contexto. A Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) registrou 81.597 atendimentos oncológicos de janeiro a outubro deste ano, oferecendo 12 especialidades médicas para o tratamento da doença.

A equipe multidisciplinar da Unacon é composta por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas. A médica Olda Magalhães destaca: “Nosso trabalho é proporcionar uma assistência multidisciplinar focada na qualidade de vida do paciente e seus familiares. Com os cuidados paliativos, abordamos de maneira integral os aspectos físicos, sociais e psicológicos da doença”.

Além dos tratamentos avançados, a prevenção continua sendo essencial, com hábitos saudáveis e exames periódicos. A atriz Claudia Toledo, paciente da Unacon que venceu o câncer de mama, enfatiza a importância da prevenção e dos cuidados continuados, transformando sua experiência em arte para incentivar o autocuidado.

“Após vencer o câncer, transformei minha experiência em arte para incentivar o autocuidado. A detecção precoce e a manutenção do tratamento são fundamentais. Enfrentar o câncer é desafiador, e a prevenção e os cuidados são vitais”, afirma Toledo.

informações segundo acre.gov.br

Veja Mais