13 abril 2024

Desenrola e Serasa: parceria amplia acesso ao programa de renegociação de dívidas

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O cenário de endividamento no Brasil é preocupante, com oito em cada dez brasileiros enfrentando algum tipo de dívida, como revelado pelo relatório Raio-x dos Brasileiros em Situação de Inadimplência, concluído em dezembro passado. Diante desse panorama, o governo federal, por meio do programa Desenrola de renegociação de dívidas, estabeleceu uma parceria com a Serasa, com o objetivo de ampliar o acesso dos endividados ao programa.

Para a economista e professora de MBAs da FGV, Carla Beni, todas as iniciativas que visam ampliar o programa Desenrola são bem-vindas, e essa parceria com a Serasa representa mais um passo nesse sentido. Até então, o acesso ao programa era possível somente através da Plataforma do Gov.br, com a necessidade de obter selos de qualificação. Permitir que os usuários acessem o programa através da plataforma da Serasa contribui para aumentar a acessibilidade.

Atualmente, a plataforma da Serasa conta com mais de 88 milhões de cadastrados e cerca de 26 milhões de usuários ativos, o que demonstra o potencial de alcance dessa parceria.

O Desenrola, criado em outubro de 2023, tem como objetivo auxiliar cerca de 70 milhões de brasileiros com nome negativado a regularizarem sua situação financeira. Dívidas de diferentes naturezas, como as relacionadas a cartão de crédito, contas de consumo e débitos bancários, podem ser renegociadas através do programa. Para participar, é necessário ter renda mensal igual ou inferior a dois salários mínimos ou estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico).

Para aderir ao programa através da Serasa, o usuário deve baixar o aplicativo ou acessar o site, realizar o login com CPF e senha, e acessar a aba de renegociação de dívidas do Desenrola. A partir daí, será direcionado para a plataforma Desenrola Brasil, mantendo o acesso através do gov.br.

A plataforma funcionará como um hub, acessível via parceiros, facilitando o acesso para quem já é cliente desses parceiros, conforme destaca o coordenador-geral de Economia e Legislação do Ministério da Fazenda, Alexandre Ferreira.

Essa parceria entre Desenrola e Serasa visa proporcionar facilidade para os brasileiros que buscam regularizar sua situação financeira, como evidenciado pelo caso da diarista Nilda Lopes, que conseguiu negociar sua dívida de forma rápida e com desconto significativo.

O prazo para adesão ao programa Desenrola encerra-se em 31 de março, e desde sua criação, o programa já renegociou R$ 35 bilhões em dívidas de 12 milhões de brasileiros.

Via Brasil61.

Veja Mais