19 junho 2024

Acre registra aumento da pobreza em 2023, contrariando tendência nacional de queda

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

O Instituto Jones dos Santos Neves, do Espírito Santo, divulgou dados alarmantes sobre a situação econômica do Acre em relação à pobreza. Enquanto a maioria dos estados brasileiros viu uma redução nos índices de pobreza entre 2022 e 2023, o Acre destacou-se como o único estado onde essa taxa aumentou significativamente.

De acordo com o levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a pobreza no país atingiu seu menor nível desde 2012, caindo de aproximadamente 32% em 2022 para 27,5% em 2023. No entanto, o Acre contrariou essa tendência ao ver sua taxa de pobreza subir de 51,1% para 51,55% no mesmo período.

O critério utilizado para definir a pobreza é uma renda mensal de até R$ 664. No entanto, ao analisar a extrema pobreza, que se refere a pessoas vivendo com menos de R$ 208,00 por mês, o Acre também apresentou os piores indicadores. Em 2023, 13,2% da população acreana estava nessa condição, destacando-se como o estado com o maior índice de extrema pobreza no Brasil.

Veja Mais