16 junho 2024

Bolsonaro reitera inocência, exalta Elon Musk e critica decisões judiciais em ato no Rio de Janeiro

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

 

 

Em frente a uma plateia de milhares de apoiadores em Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro, Jair Bolsonaro (PL) afirmou sua inocência, negou ter atacado o sistema eleitoral, expressou o desejo de participar das eleições e elogiou Elon Musk, proprietário da rede X (anteriormente conhecida como Twitter).

O ex-presidente discursou ao lado de aliados em um evento convocado por ele e organizado pelo presidente da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, pastor Silas Malafaia, neste domingo (21/4).

Sob a bandeira de defender a democracia, Bolsonaro criticou as decisões do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Eleitoral (STF), e enalteceu Elon Musk como defensor da liberdade de expressão.

“Peço uma salva de palmas para Elon Musk, dono de uma plataforma cujo objetivo é garantir a liberdade no mundo todo”, declarou Bolsonaro. Musk tem feito declarações desafiadoras contra decisões judiciais brasileiras em ataques frequentes a Moraes.

O ex-presidente também questionou sua inelegibilidade determinada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decorrente de uma reunião com embaixadores na qual questionou o sistema eleitoral brasileiro.

O TSE considerou que houve abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. “Eu não me reuni com traficantes do morro do Alemão, me reuni com embaixadores, e me tornaram inelegível”, destacou Bolsonaro.

Valdemar Costa Neto, presidente do PL, dirigiu-se aos presentes antes da chegada de Bolsonaro, agradecendo o apoio que tornou o PL o maior partido do Brasil. Ele também respeitou a decisão de Alexandre de Moraes, que proibiu o contato entre investigados por tentativa de golpe de Estado para impedir a posse de Lula.

Os filhos de Bolsonaro, Carlos e Flávio, estavam no evento. Após a saída de Valdemar, Bolsonaro subiu ao palco e, junto com a esposa Michelle Bolsonaro, cantou o Hino Nacional. Michelle, antes do discurso de Bolsonaro, destacou a importância da política feminina não feminista.

Bolsonaro convocou a manifestação alegando que o Brasil está à beira de uma ditadura, em referência aos embates entre Elon Musk e Alexandre de Moraes, que resultaram na suspensão de várias contas na rede X por disseminação de notícias falsas.

Em resposta, Elon Musk afirmou que a X está apenas tentando cumprir as leis brasileiras sem favorecer ou prejudicar qualquer candidato político.

Veja Mais