19 junho 2024

Candidato a Vereador afirma ter sido expulso e ameaçado por delegado alcoolizado em Sena Madureira; Polícia Civil investiga

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Na noite deste sábado, 27 de abril, Francineudo Costa utilizou suas redes sociais para fazer uma denúncia séria e preocupante. Costa relatou ter sido vítima de abuso de poder e ameaça por parte de um delegado de polícia civil em Sena Madureira, na noite da última quinta-feira, dia 25. Segundo seu relato, ele foi expulso do município sob acusações injustas e agressivas, por um delegado alcoolizado que o teria abordado de forma intimidadora e violenta, portando uma arma de fogo.

Costa, que é assessor parlamentar, afirmou ter sido chamado de “vagabundo”, “bandido” e “faccionado”, e foi ordenado a deixar imediatamente Sena Madureira, sob a ameaça do delegado, que alegou ser a autoridade máxima na região.

A situação teria ocorrido durante uma viagem de retorno de Feijó para Sena Madureira, onde Costa e sua equipe realizavam serviços de manutenção para a prefeitura. Após enfrentarem problemas mecânicos no veículo, decidiram fazer uma parada em uma hamburgueria no posto de gasolina local, onde foram abordados pelo delegado.

Diante da gravidade das acusações feitas por Costa, a Polícia Civil do Acre emitiu uma nota pública informando que a denúncia está sendo investigada pela corregedoria geral da instituição. Foram instaurados procedimentos tanto no âmbito criminal quanto administrativo para apuração dos fatos.

Francineudo Costa já foi ouvido pelo Corregedor Geral da Polícia Civil do Acre, delegado Tiago Fernandes, em um processo que visa esclarecer os acontecimentos, respeitando os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa.

O Delegado-Geral da Polícia Civil do Acre, Henrique Maciel, ressaltou que o Estado não tolera condutas abusivas por parte de seus servidores, e que é dever dos agentes públicos proteger e cuidar dos cidadãos, agindo dentro dos limites legais estabelecidos.

NOTA PÚBLICA

O Governo do Acre, por meio da Polícia Civil, informa que a denúncia efetuada na sexta-feira, 26, pelo assessor parlamentar, Francineudo Costa, de atos delituosos que teriam sido praticados pelo delegado de polícia civil de Sena Madureira, já está sendo investigada pela corregedoria geral da instituição.

Informa ainda que diante da gravidade da denúncia, foram instaurados procedimentos investigatórios tanto no âmbito criminal quanto administrativo a devida para apuração os fatos.

O senhor Francineudo Costa já foi ouvido pelo Corregedor Geral da PCAC, delegado Tiago Fernandes, visando esclarecer os fatos, dentro dos princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa.

O Estado Estado do Acre esclarece também que não coaduna com posturas de abuso de poder de qualquer servidor, uma vez que cabe ao agente público cuidar e proteger o cidadão, sem coerção ou ameaça, agindo estritamente dentro do que estabelece a legislação em vigor e as Constituições Estadual e Federal.

Henrique Maciel

Delegado-Geral da Polícia Civil do Acre

Confira o vídeo:

Veja Mais