17 maio 2024

Condenação de acusado pela morte de ex-atacante do vasco-AC é mantida pelo tribunal de justiça do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre, de forma unânime, decidiu manter a condenação de Wandresson Tavares Coelho pela morte de Ygor Santos de Araújo, ex-atacante da base do Vasco-AC, ocorrida em 28 de março de 2022.

Em novembro do ano passado, o acusado foi sentenciado a mais de 37 anos, em regime inicial fechado, por homicídio qualificado e por integrar organização criminosa, durante o julgamento na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco.

A defesa de Coelho recorreu, solicitando a nulidade da sessão de julgamento, buscando a realização de um novo júri, alegando que a decisão inicial era manifestamente contrária à prova dos autos.

Entretanto, após análise do processo, o relator, desembargador Elcio Mendes, concluiu que o veredito está em conformidade com as provas dos autos, confirmando uma das teses adotadas pelo Conselho de Sentença. Portanto, votou pelo desprovimento do recurso.

O Ministério Público também se manifestou contrário à apelação.

O voto do relator foi acompanhado pelos demais desembargadores presentes na sessão, realizada na última quinta-feira, 11, Denise Bonfim e Francisco Djalma.

“O Conselho de Sentença escolheu uma das teses apresentadas em Plenário, e o Juiz Presidente, verificando que houve a participação do Apelante no crime apurado, sentenciou de acordo com a decisão do Júri Popular, não havendo, dessa forma, que se falar em absolvição e, tampouco, a realização de novo julgamento”, escreveu o relator na decisão.

Relembre o Caso:

Ygor de Araújo, jogador de futebol, estava em uma motocicleta quando foi levar uma prima em casa no Residencial Cabreúva, em Rio Branco. Durante o retorno, foi perseguido e abordado por dois motoqueiros, que o executaram com cerca de três tiros.

O júri concluiu que Wandresson Coelho matou o ex-atacante por motivo torpe, para exaltar o nome da organização criminosa à qual pertencia, e com recurso que dificultou a defesa da vítima.

Veja Mais