18 junho 2024

Filho que cometeu homicídio e mutilou a mãe alega envolvimento com magia negra

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Sandra Maria dos Santos Carvalho, de 58 anos, foi encontrada morta em sua casa em Salvador, Bahia, com uma das mãos amputadas. O principal suspeito do crime, segundo informações da Polícia Militar, é José Natan dos Santos Carvalho, de 21 anos, filho da vítima. Ele foi preso em flagrante após a prima de Sandra desconfiar do seu desaparecimento e perceber um odor desagradável na residência.

Durante uma audiência de custódia, o juiz Leandro Florencio Rocha de Araújo informou que o suspeito confessou ter matado a mãe durante um ritual de magia negra. Segundo o juiz, José Natan alegou que cometeu o crime porque a mãe havia realizado um ritual de magia negra contra ele anteriormente. Ele teria utilizado uma faca para cortar o pescoço da vítima e, em seguida, amputou sua mão para utilizar a impressão digital e efetuar saques bancários.

A decisão judicial destacou que o corpo de Sandra foi encontrado coberto por um lençol e uma toalha, em estado avançado de decomposição, com uma das mãos separadas do corpo.

O crime veio à tona quando José Natan procurou uma prima em busca de dinheiro para uma viagem e não soube explicar o paradeiro da mãe. A prima, ao perceber um odor forte na casa de Sandra, acionou a polícia.

Apesar do corpo ter sido descoberto no sábado, a polícia acredita que a morte ocorreu dias antes, devido ao estado de decomposição em que se encontrava. O caso está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), enquanto o corpo de Sandra foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

O juiz determinou medidas preventivas para conter possíveis crises psicológicas do acusado, que foi encaminhado para a Rede de Atenção à Saúde (RAS) e Rede de Atenção Psicossocial (RAPS).

Veja Mais