13 abril 2024

Homem que assassinou ex-esposa enquanto dormia com os filhos será julgado pelo júri popular em breve

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Gabriel Lima de Almeida, de 25 anos, enfrentará o Tribunal do Júri Popular nos próximos dias como réu pelo assassinato de sua ex-esposa, Luzivânia Araújo. O crime, que ocorreu em julho do ano passado, chocou a comunidade local. A vítima foi morta com dois tiros na cabeça enquanto dormia ao lado de seus filhos, de 7 e 4 anos de idade, na residência da família, situada no bairro Plácido de Castro, na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

A denúncia apresentada pelo Ministério Público do Estado do Acre (MP-AC) relata que o autor entrou na casa e efetuou os disparos no rosto da vítima, que estava deitada com seus filhos na mesma cama. Após o crime, Gabriel Lima de Almeida se entregou na sede do 1° Batalhão da Polícia Militar do Acre (PM-AC), portando a arma de fogo utilizada no homicídio.

Segundo informações do MP-AC, o acusado vinha ameaçando a vítima, inclusive no local de trabalho dela, enquanto tentava reconciliar o relacionamento. Em uma das ocasiões, chegou a ameaçar o dono do estabelecimento onde a mulher trabalhava, alegando ser membro de uma facção criminosa.

O julgamento pelo júri popular representa um momento crucial para a busca por justiça nesse caso de violência doméstica que resultou em um trágico desfecho. A comunidade e as autoridades esperam que o processo judicial possa trazer respostas e uma decisão baseada na lei para esse ato de extrema violência.

Veja Mais