17 julho 2024

Servidor público é preso por fraudar notas para desviar dinheiro

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Um servidor público do Amapá foi preso nesta sexta-feira (19) pela Polícia Civil, acusado de peculato, organização criminosa e falsidade ideológica. A prisão ocorreu no bairro Santa Rita, na Zona Sul de Macapá.

De acordo com as investigações, ele e outras três pessoas estão envolvidas em um esquema de falsificação de notas para desviar dinheiro público, atividade que teria ocorrido entre os anos de 2017 e 2018.

Este servidor foi o último a ser preso no contexto desse esquema. Anteriormente, a polícia já havia detido um membro do Poder Legislativo municipal de Macapá e mais duas pessoas, todas apontadas como participantes do esquema fraudulento.

Segundo informações da polícia, o grupo falsificava notas que indicavam a aquisição de objetos e materiais para uso público. No entanto, esses bens não eram efetivamente recebidos, e os valores indicados nas notas eram desviados pelos envolvidos. Até o momento, não foi divulgado o montante desviado no decorrer do esquema.

Veja Mais