25 junho 2024

Sicredi registra crescimento nos principais indicadores, amplia base de associados e gera impacto positivo no Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

 

 Com 2,7 mil agências distribuídas em mais de duas mil cidades em todo o País, o Sicredi registrou forte ritmo de expansão em 2023, e apresentou crescimento nos principais indicadores. Os ativos da instituição financeira cooperativa totalizaram R$ 324,6 bilhões, aumento de 23,2% em relação ao ano anterior. No Acre, o indicador seguiu a curva ascendente e avançou 34%, ao totalizar R$ 788 milhões em ativos em 2023.

A carteira de crédito, termômetro para mensurar o apoio do Sicredi às atividades econômicas dos associados, obteve alta de 21,4% no País, chegando a R$ 210,5 bilhões, abrangendo os segmentos pessoas físicas, empresas e agro. Em território acreano, a carteira de crédito total atingiu o saldo de R$ 780,2 milhões em 2023, aumento de 60% sobre o ano anterior. A carteira agro chegou a R$ 493,1 milhões no último ano (63% da carteira), crescimento de 70,8% em relação ao ano anterior. O montante da carteira agro inclui crédito rural, Cédula do Produtor Rural (CPR), moeda estrangeira e direcionados, resultado que manteve o Sicredi como a 2ª maior instituição financeira em concessão de crédito para o público agro no Brasil.

O crédito geral registrou R$ 286,8 milhões (37% da carteira), evolução de 45,3% sobre 2022. Nele incluem-se as carteiras para empresas e pessoas físicas. Quando o assunto é pessoa jurídica, público que registra evolução significativa na demanda por recursos, o Sicredi atingiu o marco de R$ 194,1 milhões no saldo da carteira no Acre, atendendo cerca de 5,6 mil operações. Deste montante, 82,1% do saldo foi contratado por micro, pequenas e médias empresas (R$ 159,5 milhões), que responderam por 96% das operações (5,4 mil).

Em todo o País, o saldo da carteira de crédito do Sicredi para pessoas jurídicas fechou 2023 em R$ 66,3 bilhões, alta de 20,2%. Vale lembrar que, no ano passado o Sicredi foi o principal agente repassador de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no total de R$ 8,2 bilhões (52% a mais que em 2022) em operações para pessoas físicas e jurídicas de micro, pequeno e médio portes, além de produtores rurais.

“O Sicredi vem crescendo a cada ano, pois as pessoas têm nos procurado para apoiar as atividades empresariais, no campo e na cidade. Isso ocorre por meio da concessão de um crédito ou da aquisição de outros das mais de 300 soluções financeiras que o Sicredi tem. E o resultado disso reflete no negócio deles, que prospera e impacta a economia local, com a geração de empregos e renda na comunidade”, destaca o presidente da Sicredi Biomas, Eduardo Ferreira.

Para o público PJ, são disponibilizadas soluções como a plataforma de parceiros, máquina de cartão e emissão de boletos, pix para pagar e receber, além de apoio com a conta corrente PJ, crédito, produtos de investimentos, previdência empresarial, consórcios e seguros.

Já no recorte para pessoas físicas, o Sicredi contabiliza a quantia de R$ 92,6 milhões na carteira de crédito no Acre em 2023, com 14,4 mil operações. Os associados com renda até R$ 4 mil mensais respondem por 60% das operações e aqueles com renda a partir de R$ 6 mil ficam com 40% das operações. No País, o saldo da carteira PF atingiu R$ 60,7 bilhões em 2023, alta de 19%.

A carteira de poupança avanço 10%, saltando de R$ 19 milhões para R$ 21 milhões no mesmo período analisado. Com relação à taxa de inadimplência, o Sicredi registrou 2% em dezembro, inferior à média verificada no Sistema Financeiro Nacional no mesmo período que foi de 3,2%.

“Nosso crescimento é reflexo da confiança depositada pelos associados nas cooperativas. Temos taxas mais justas no crédito, melhor remuneração nos investimentos, distribuição de resultados e pagamento de juros ao capital social, indicadores que formam o Benefício Econômico Total (BET), que alcançou a marca de R$ 23,5 bilhões em 2023 no Sistema Sicredi”, adianta o presidente.

E por falar em retorno aos associados, o Sicredi registrou em 2023 o Resultado líquido de R$ 6,9 bilhões no País, montante 16,5% maior que em 2022. Parte desta quantia volta para o associado na distribuição de resultados – depositada diretamente em conta corrente, poupança ou capital social. A distribuição de resultados é um dos diferenciais do modelo de negócio do Sicredi, feita por cada uma das 104 cooperativas de crédito do Sistema.

A destinação dos valores aos associados é votada em assembleia de cada cooperativa. Cada associado recebe uma quantia compatível à sua geração de receita ao longo do ano com o uso dos produtos e serviços do Sicredi. Além do valor distribuído diretamente aos associados a partir do resultado líquido, outra parte é destinada a projetos para o desenvolvimento social e para o Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social (Fates), outra parte é direcionada para obrigações como Reserva Legal e Reserva de Expansão.

No Acre, o Sicredi registrou expansão em outros indicadores importantes, como patrimônio líquido e depósitos totais (que incluem depósitos à vista e a prazo, LCA e LCI). O primeiro passou de R$ 13,8 milhões em 2022 para R$ 35,2 milhões no ano passado, incremento de 155%. Já o segundo teve o volume ampliado em 37%, de R$ 207 milhões para R$ 287 milhões de um ano para outro. Junto com os ativos, esses indicadores mostram o quão sólidas e fortes são as cooperativas do Sicredi, cuja atuação contribui para o desenvolvimento local. No País, o patrimônio líquido somou R$ 37 bilhões e os depósitos R$ 221,5 bilhões.

Presença e relacionamento próximo

O Sicredi está presente em todos os estados da federação desde 2022, e nem por isso desacelerou seu processo de expansão, tanto em número de agências quanto no de municípios com presença física. No Acre está presente em oito cidades, onde mantém 10 agências, uma delas inaugurada em 2023, na cidade de Humaitá. Totalizou 21.892 associados ao fim de 2023, 46% a mais que 2022. Deste volume, 69% são pessoas físicas, 19% são empresas e 12% são produtores rurais. De todos os associados acreanos 70,6% deles recomendam o Sicredi. Em todo o Brasil são mais de 7,5 milhões de associados.

Das atuais 2,7 mil agências mantidas pela instituição financeira cooperativa no Brasil atualmente, 224 delas foram abertas em 2023 e contemplaram 162 novas cidades com atendimento presencial. São mais de duas mil cidades atendidas, sendo que em mais de 200 delas é a única instituição financeira presente fisicamente. Além da presença física, o Sicredi conta com canais digitais para atendimento de seus associados. Dentre eles, possui um dos aplicativos mais bem avaliados do mercado entre as instituições financeiras contando com recursos de acessibilidade e inteligência artificial.

Indicadores de Benefícios Econômicos

O desempenho das cooperativas de crédito no Brasil também é medido por índice de benefícios econômicos, com base em metodologia do Banco Central (BC). No ano passado, o Sicredi atingiu o marco significativo de R$ 23,5 bilhões de Benefício Econômico Total (BET) aos seus associados, um aumento de 13% em relação ao ano anterior. O valor representou uma economia média de R$ 3.119,91 para cada um dos seus 7,5 milhões de associados em 2023.

O cálculo do índice BET é formado por três indicadores: o Benefício Econômico de Crédito (BEC), que mensura a economia sobre operações de crédito por meio de taxas médias mais baixas em comparação a instituições do Sistema Financeiro Nacional; o Benefício Econômico do Depósito (BED), que mostra o ganho adicional com depósito por meio de remuneração mais elevada, e os Benefícios Econômicos do Exercício (BEE), que medem as devoluções em forma de sobra, o pagamento de juros ao capital e o valor revertido ao associado.

Veja Mais