17 maio 2024

Luciano Bivar é destituído definitivamente da presidência do União Brasil

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A executiva nacional do União Brasil tomou uma decisão impactante nesta terça-feira (14), ao destituir definitivamente da presidência do partido o deputado federal Luciano Bivar (União-PE). Ele já estava afastado devido a um processo de investigação interna, e seu mandato, que terminaria em 30 de maio, foi encerrado antes do previsto.

A relatora do caso, senadora Dorinha Seabra (TO), recomendou o afastamento, apesar de não ter encontrado provas concretas de que Bivar ameaçou familiares do antigo aliado Antônio Rueda, o presidente eleito para liderar o partido. A decisão foi apoiada por 11 votos a 5.

Apesar do afastamento da presidência, Bivar permanece no União Brasil, pois os integrantes do partido decidiram mantê-lo na legenda. Contudo, existe a possibilidade de uma futura deliberação sobre sua expulsão, caso novas provas venham à tona.

O conflito na presidência do União Brasil começou no início do ano, quando o então vice-presidente, Antônio Rueda, decidiu concorrer à presidência, desencadeando uma série de acusações mútuas. O embate atingiu seu ápice com um incêndio na casa de praia de Rueda, no litoral de Pernambuco. O Supremo Tribunal Federal autorizou uma investigação, inicialmente conduzida pela Polícia Civil de Pernambuco e agora sob responsabilidade da Polícia Federal, chamada Operação Stasis, que recentemente cumpriu mandados de busca e apreensão relacionados ao caso.

Veja Mais