16 junho 2024

PF reforça segurança na fronteira de Rondônia e Bolívia para combater o tráfico

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

A Polícia Federal (PF) está intensificando a segurança na fronteira entre Rondônia e Bolívia, uma das principais rotas de entrada do tráfico de drogas no Brasil. Um novo barco será enviado do Paraná para a Superintendência da PF em Rondônia, fortalecendo o Grupo Especial de Polícia Marítima (Gepom) baseado em Guajará-Mirim, às margens do Rio Mamoré.

O Gepom, composto por agentes federais, tem como missão reprimir crimes na região fronteiriça Brasil-Bolívia, incluindo crimes ambientais, contrabando, tráfico de pessoas e fiscalização portuária. Os barcos são cruciais para investigações e monitoramento do Rio Mamoré, utilizado pelo crime organizado.

Recentemente, um barco brasileiro foi “sequestrado” na fronteira, mas foi resgatado com apoio da Marinha do Brasil após negociações com a Armada Boliviana. A PF relata que a retenção ocorreu em retaliação a uma ação policial que apreendeu uma embarcação boliviana com produtos clandestinos.

Após a devolução do barco sequestrado, a travessia fluvial entre Brasil e Bolívia foi restabelecida. A PF continuará sua atuação firme na região para combater o tráfico e outros crimes transfronteiriços.

Via ac24horas.

Veja Mais