16 junho 2024

Jovem de Sena Madureira é brutalmente agredido em Rio Branco

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Marcos Lima da Cunha, um jovem natural de Sena Madureira e com 28 anos de idade Foto: Reprodução

Marcos Lima da Cunha, um jovem natural de Sena Madureira e com 28 anos de idade, foi vítima de uma brutal agressão na tarde da última segunda-feira (10). O incidente ocorreu dentro de um bar localizado na Gameleira, na Rua Cunha Matos, no bairro Seis de Agosto, situado na região do Segundo Distrito de Rio Branco.

De acordo com relatos da polícia, Marcos estava no estabelecimento consumindo bebidas alcoólicas quando se envolveu em uma discussão com outros clientes não identificados. A situação rapidamente escalou para agressões físicas, com a vítima sendo alvo de diversos chutes e socos na região da cabeça, resultando em sangramento no nariz, boca e ouvido, além de apresentar vários hematomas pelo corpo.

Apesar dos ferimentos, Marcos conseguiu sair do bar, porém, desabou nas proximidades do mastro da bandeira na Gameleira. Os agressores fugiram do local após o ato violento.

Os moradores próximos acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que enviou uma ambulância básica para prestar socorro. Diante da gravidade do estado de Marcos, foi solicitado o apoio da ambulância de suporte avançado 02. Uma equipe médica estabilizou a vítima, que foi encaminhada ao pronto-socorro de Rio Branco em estado grave, entubada e com diagnóstico de traumatismo cranioencefálico (TCE).

Marcos Lima da Cunha, um jovem natural de Sena Madureira e com 28 anos de idade

Até o fechamento desta matéria, não foram divulgadas informações sobre o estado de saúde de Marcos nesta terça-feira (11).

Marcos Lima da Cunha, um jovem natural de Sena Madureira e com 28 anos de idade

As autoridades policiais estiveram no local do incidente, coletaram informações sobre os agressores e realizaram patrulhamento na região em busca de prendê-los. No entanto, até o momento, os responsáveis pela agressão não foram encontrados.

O caso será investigado pela Polícia Civil, que busca esclarecer os detalhes do ocorrido e levar os agressores à justiça.

Veja Mais