21 julho 2024

Pesquisa da Ufac revela queda de preços da carne em junho no Acre, com redução de até 10%

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

O Programa de Educação Tutorial (PET) de Economia da Universidade Federal do Acre (Ufac) publicou na noite de sexta-feira (14) sua pesquisa mensal dos preços de diversos cortes de carne na capital acreana. Em junho, os consumidores de Rio Branco vão pagar menos por vários tipos de carne, com reduções de preços que chegam a mais de 10%.

Os cortes que mais se destacaram nas reduções foram fígado (-10,72%), coxão duro (-4,42%) e fraldinha (-3,74%). Em maio, o fígado custava, em média, R$15,83 nos supermercados e R$9,72 nos açougues, enquanto em junho os valores caíram para R$9,98 e R$9,10, respectivamente. O coxão duro passou de R$38,69 e R$23,82 para R$39,89 e R$22,89, e a fraldinha de R$48,06 e R$27,14 para R$43,45 e R$26,68.

Outros cortes que também registraram quedas significativas foram a pá sem osso e o patinho, com uma redução acima de 3% entre maio e junho. O patinho, por exemplo, teve uma queda de 3,22%, com os preços médios caindo para R$29,89 e R$25,40.

O único corte que apresentou alta nos preços foi a picanha, com um aumento de 0,82%. Em junho, os valores médios da picanha foram R$53,78 e R$77,99, comparados aos R$52,84 e R$77,94 em maio.

Veja Mais