21 julho 2024

Pré-candidato do União Brasil é preso por financiar aborto de menor no Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Sérgio Souza, mais conhecido como ‘Lola’, pré-candidato à vereador pelo partido União Brasil (UB), teve um mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil nesta sexta-feira, 14, no município de Porto Walter. Lola foi acusado pelo crime de indução ao aborto de uma menor de 13 anos, com quem afirma ter tido um relacionamento. A Comarca do município decretou sua prisão preventiva após a repercussão do caso na imprensa.

A adolescente relatou à polícia que, além de dinheiro para comprar o medicamento para cometer o aborto, Sérgio também lhe deu remédios com essa finalidade. A garota já estava no sexto mês de gravidez quando, em 1° de junho, cometeu o aborto dentro do banheiro de casa e jogou o natimorto em um quintal próximo.

O feto foi encontrado por moradores vizinhos, que estranharam a grande presença de urubus no local, devorando os restos mortais do nascituro. A Polícia Civil iniciou uma investigação que levou à adolescente, que detalhou toda a história.

Segundo o delegado José Obetanio, o homem deve responder pelos crimes de estupro de vulnerável e indução ao aborto. O corpo do natimorto será exumado para determinar a paternidade. “A palavra da menina é reforçada pelo comprovante de pagamento feito por Sérgio, mesmo ele negando os fatos”, confirma o delegado.

Veja Mais