20 julho 2024

Trio vira réu por tentativa de latrocínio contra taxista no interior do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

O trio composto por Weverton Feliciano, Jeferson de Souza Vieira e Lorrana Nascimento Gadelha agora são réus por tentativa de latrocínio contra o taxista Márcio Alex Feitosa do Vale, de 46 anos, ocorrido na noite de 29 de abril deste ano, no interior do Acre. Além dessa acusação, os réus também enfrentam processos por tráfico de drogas. A decisão foi proferida pelo juiz de Direito da Comarca do Bujari, Manoel Simões Pedroga.

Segundo a denúncia do Ministério Público do Acre (MPAC), o trio tinha a intenção de roubar o veículo da vítima. Agora, a defesa dos réus terá 10 dias para apresentar sua resposta à acusação no processo, após o que será agendada a audiência de instrução e julgamento.

Na mesma decisão judicial, a prisão de Weverton, Jefferson e Lorrana foi mantida, e eles permanecem detidos no presídio estadual.

Detalhes do incidente revelam que Márcio Alex Feitosa do Vale foi atingido por um tiro de escopeta na cabeça durante a tentativa de latrocínio, ocorrida enquanto ele realizava uma corrida no Km 8 do ramal da Piçarreira, no município do Bujari, situado a 25 km da capital, Rio Branco.

De acordo com informações da Polícia Militar do Acre (PMAC), Lorrana Nascimento Gadelha, de 20 anos, e os dois homens, Weverton Feliciano Pereira, de 18 anos, e Jefferson de Souza Vieira, de 21 anos, solicitaram o serviço de táxi e, durante a corrida, anunciaram o roubo. A vítima, no entanto, reagiu ao assalto.

Os criminosos relataram em depoimento que pegaram o táxi próximo ao Pronto Socorro de Rio Branco e pediram para ser levados até o Bujari. Adicionalmente, teriam solicitado a uma quarta pessoa para realizar uma transferência eletrônica para convencer o taxista a aceitar a corrida. Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Flagrantes (Defla) para prestar esclarecimentos.

Com informações ac24h

Veja Mais