17 julho 2024

Inscrições estão abertas para certificadores do Enem 2024

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Estão abertas as inscrições para compor a Rede Nacional de Certificadores (RNC). Os selecionados executarão as atividades de certificação dos procedimentos de aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 nos dias 3 e 10 de novembro.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou, no Diário Oficial da União (DOU), o Edital nº 101, que contém todas as diretrizes da seleção. Os interessados poderão se inscrever até o dia 24 de julho, pelo Sistema RNC.

Os colaboradores da rede serão responsáveis por: certificar, in loco, os procedimentos corretos de aplicação nos dias de prova do Enem 2024; registrar as informações da aplicação em sistema eletrônico, bem como por comunicar ao Instituto possíveis ocorrências identificadas; Cadastro – Podem se candidatar servidores públicos do Poder Executivo Federal e docentes das redes públicas de ensino estaduais e municipais, efetivos e em exercício da docência em 2024. É necessário ter o ensino médio como formação mínima e não é permitida a inscrição de quem possui cônjuge, companheiro ou quaisquer parentes de até terceiro grau inscritos no exame. No momento da inscrição, é possível escolher até três cidades ou sub-regiões de atuação.

A relação dos inscritos convocados para realizar o curso de capacitação e participar das demais etapas do processo seletivo poderá ser consultada no Sistema RNC. Os interessados com inscrição confirmada poderão realizar o curso de capacitação promovido pelo Inep na modalidade a distância, pela plataforma virtual. A capacitação é condição obrigatória e indispensável para a atuação.

O Exame Nacional do Ensino Médio avalia o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. Ao longo de mais de duas décadas de existência, o Enem se tornou a principal porta de entrada para a educação superior no Brasil, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e de iniciativas como o Programa Universidade para Todos (Prouni).

Instituições de ensino públicas e privadas utilizam o Enem para selecionar estudantes. Os resultados são utilizados como critério único ou complementar dos processos seletivos, além de servirem de parâmetro para acesso a auxílios governamentais, como o proporcionado pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados individuais do Enem também podem ser aproveitados nos processos seletivos de instituições portuguesas que possuem convênio com o Inep para aceitarem as notas do exame. Os acordos garantem acesso facilitado às notas dos estudantes brasileiros interessados em cursar a educação superior em Portugal.

Veja Mais