24 julho 2024

Justiça determina apreensão de ônibus e Rio Branco pode ter frota reduzida

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

A população de Rio Branco pode enfrentar sérias dificuldades de locomoção nos próximos dias. Uma disputa judicial envolvendo a empresa Rotran Auto Ônibus Linhas Rodoviárias Ltda. e a empresa Ricco coloca em risco a circulação de 16 ônibus na capital acreana.

A origem do problema está em uma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, que determinou a busca e apreensão dos veículos. No entanto, a Justiça do Acre suspendeu temporariamente a medida, a pedido da Rotran, para evitar prejuízos ao transporte público da cidade.

A suspensão, concedida pela juíza responsável pelo caso, tinha um prazo de cinco dias, durante o qual a empresa Ricco deveria buscar uma solução amigável para o conflito. Contudo, o prazo expirou sem que houvesse acordo entre as partes.

Diante desse impasse, a apreensão dos ônibus pode ser retomada a qualquer momento, o que representaria uma redução significativa na frota de transporte coletivo de Rio Branco. A situação preocupa tanto os usuários do sistema quanto as autoridades locais, que buscam alternativas para minimizar o impacto da possível crise.

Com informações do alertacidade

Veja Mais