17 julho 2024

Município de Sena Madureira é reconhecido como Capital Nacional da Castanha do Brasil

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

O município de Sena Madureira, no Estado do Acre, agora ostenta oficialmente o título de Capital Nacional da Castanha do Brasil, após a aprovação do Projeto de Lei 2488/2023 na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados. O autor da proposta, Deputado Federal Gerlen Diniz (PL-AC), celebra a conquista que coloca a cidade em destaque nacional.

Sena Madureira, com sua rica história e tradição na produção de castanha do Brasil, sempre foi um pilar econômico e cultural na região Norte. O reconhecimento como Capital Nacional da Castanha do Brasil é uma homenagem à dedicação dos produtores e trabalhadores que, por décadas, mantiveram viva essa importante atividade econômica.

A castanha do Brasil, também conhecida como castanha-do-pará, é um produto de grande valor nutricional e econômico. Rica em selênio, proteínas e gorduras saudáveis, a castanha é amplamente exportada, gerando renda e empregos para milhares de famílias na Amazônia. Em Sena Madureira, a colheita e processamento da castanha são atividades centrais que sustentam a economia local e preservam práticas tradicionais.

O título de Capital Nacional da Castanha do Brasil promete trazer diversos benefícios para Sena Madureira. A visibilidade nacional pode atrair novos investimentos e projetos de desenvolvimento sustentável, promovendo o crescimento econômico da região. Além disso, o reconhecimento pode incentivar o turismo, com visitantes interessados em conhecer mais sobre a cultura e a produção da castanha.

Gerlen Diniz ressaltou a importância deste título: “Este reconhecimento não é apenas simbólico, ele representa um compromisso com o desenvolvimento sustentável e a valorização dos trabalhadores que, dia após dia, se dedicam à produção da castanha. É um passo importante para o fortalecimento da economia local e para a preservação de nossas tradições.”

A comunidade de Sena Madureira recebeu a notícia com grande entusiasmo. Para os moradores, o título é motivo de orgulho e uma oportunidade de destacar as riquezas naturais e culturais da região. “Sempre soubemos da importância da nossa castanha, mas agora todo o Brasil vai reconhecer o valor do nosso trabalho”, afirmou João Pereira, produtor de castanha no município.

Maria das Graças, uma artesã local, vê a oportunidade como um meio de promover o artesanato feito a partir da castanha e suas cascas: “Este título vai ajudar a divulgar nosso trabalho e atrair mais turistas que valorizam o artesanato sustentável.”

Com a aprovação na CCJC, o projeto segue para o Senado Federal, onde será novamente discutido e votado. A expectativa é que a proposta seja bem recebida pelos senadores, dado seu impacto positivo para a região e para a economia nacional.

A aprovação do título de Capital Nacional da Castanha do Brasil para Sena Madureira é um marco importante para o município e para o Estado do Acre. Este reconhecimento celebra a rica tradição da castanha e promete impulsionar o desenvolvimento econômico e social da região, ao mesmo tempo em que valoriza a cultura e o trabalho dos produtores locais.

Veja Mais