17 julho 2024

Réu é condenado por morte de mototaxista em Rio Branco

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) conseguiu a condenação de Josemar Santos da Silva pela morte do mototaxista Lucas Fernandes dos Santos, de 25 anos. A decisão foi proferida pela 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Rio Branco. O trágico incidente ocorreu em maio de 2023, na Estrada da Floresta.

Josemar Santos foi condenado pelos crimes de homicídio, omissão de socorro, evasão do local do acidente para fugir da responsabilidade e direção de veículo automotor sob efeito de álcool. A pena total imposta foi de 8 anos, 2 meses e 23 dias de prisão. O promotor de Justiça Ildon Maximiano Neto atuou no júri.

Segundo a denúncia apresentada pelo MPAC, Josemar estava dirigindo sob a influência de álcool quando atingiu Lucas dos Santos, que estava ao lado de sua motocicleta estacionada. Imagens de uma câmera de segurança capturaram o momento do impacto, mostrando o carro de Josemar em alta velocidade colidindo com a vítima, que foi arremessada e morreu no local devido ao impacto.

A denúncia ressaltou que o acusado não prestou socorro à vítima e fugiu do local. Além disso, o MPAC argumentou que Josemar agiu com dolo eventual, uma vez que estava com a capacidade psicomotora alterada por álcool ou outra substância psicoativa. Ele também dirigia em velocidade incompatível com a segurança do trânsito e no acostamento da via.

O promotor de Justiça Ildon Maximiano Neto destacou a importância da condenação como um passo significativo na luta contra a impunidade no trânsito e na promoção da justiça para a família da vítima.

Esta condenação reflete o compromisso do MPAC em combater crimes de trânsito e garantir que os responsáveis sejam devidamente punidos, especialmente em casos onde há perda de vidas.

Veja Mais