17 julho 2024

Rondônia declara emergência devido à seca extrema e implementa aulas online

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

O estado de Rondônia enfrenta uma estiagem prolongada que levou o governo a decretar situação de emergência através do Decreto nº 29.252, assinado pelo governador Marcos Rocha em 4 de julho de 2024. A medida tem vigência inicial de 180 dias e visa mitigar os impactos severos da seca na região.

A crise hídrica, atribuída ao fenômeno El Niño, causou graves consequências sociais e econômicas em diversas partes do estado. Em Espigão d’Oeste, por exemplo, o Rio Palmeiras secou completamente, exigindo uma intervenção emergencial para garantir o abastecimento de água à população.

Uma das principais ações implementadas foi a criação do Comitê de Crise Hídrica, composto por representantes de várias áreas do governo, responsável pelo monitoramento contínuo da situação e pelo desenvolvimento de estratégias para enfrentar a escassez de água.

Diante da dificuldade de manter o atendimento presencial nas escolas devido à seca, o governo estadual decidiu reintroduzir aulas online nas regiões mais afetadas. Além disso, estão sendo realizadas reuniões com produtores rurais para discutir medidas que possam minimizar os impactos da estiagem severa nas propriedades.

A Defesa Civil também ampliou sua presença nos municípios para agir prontamente em situações críticas, colaborando com as estratégias de resposta ao problema.

Veja Mais