24 julho 2024

Vídeo: PMs cantam música de exaltação ao Massacre do Carandiru; SSP inicia investigação

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Após a circulação de um vídeo em que soldados da PM entoam uma música celebrando o massacre do Carandiru, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) anunciou a instauração de uma investigação pelo Comando de Policiamento de Choque.

“A conduta dos policiais nas imagens não reflete as práticas da instituição e medidas apropriadas serão adotadas”, declarou a SSP, sem fornecer mais detalhes sobre o caso.

Conteúdo do Vídeo

No vídeo, compartilhado nos grupos de WhatsApp da polícia militar, um PM lidera uma roda onde seus colegas repetem frases de uma canção que enaltece o coronel Ubiratan Guimarães, responsável pela invasão do Carandiru em 1992. A letra da música descreve a antiga Casa de Detenção como um lugar de “lixo” e celebra “corpos mutilados e cabeças arrancadas” durante a operação.

“Hoje eu te apresento o Primeiro Batalhão, aquele que acalmou a Casa de Detenção. 1992, logo pela manhã, o clima já era tenso. A caveira já estava sorrindo para os detentos. Lá só tinha lixo, a escória da moral […] Bomba, facada, tiro e granada. Corpos mutilados e cabeças arrancadas. O cenário é de guerra, tipo Vietnã. A minha continência ao coronel Ubiratan. Vibra, ladrão, a sua hora vai chegar”, entoam os PMs no vídeo.

Vídeo

 

Veja Mais