Cargos em comissão do governo podem ser exonerados para cederem lugar à apadrinhados de ex petista e ex comunista Ney Amorim e Moisés Diniz

0
43

16 Abr de 2020 do YacoNews


Os problemas entre Gladson Cameli e os filiados do PP pode se agravar nos próximos meses, isso porque junto com as filiações de Ney Amorim (ex-PT) e Moisés Diniz (ex-PCdoB) um grupo de pessoas vem junto sedentas por cargos, pessoas que estavam empregadas no governo Tião Viana e que hoje se encontram desempregadas. Devem ocupar algumas CECs hoje ocupadas por indicações dos partidos que compuseram as alianças vitoriosas nas eleições de 2018.

As mudanças fazem parte dos acordos políticos realizados dentro da Casa Civil por Ribamar Trindade e pelo Conselho Político do governo com os novos filiados do PP.


Além de Amorim e Diniz, pré-candidatos a vereador e prefeito também estavam sendo chamados com promessas de terem cargos no governo. Se cairão ou não no conto do vigário, será outra história. Gladson Cameli é conhecido por não cumprir acordos, além disso, ele deve dar satisfação às pessoas do PP que fizeram campanha e hoje amargam o desemprego e veem petistas ocupando cargos importantes na gestão pública por acordos políticos. A situação pode ficar ainda pior nos próximos dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui