Governador deve seguir recomendação do comitê MP e MPF; Igrejas deverão ser fechadas no Acre

0
247

Ainda cumprindo agenda em São Paulo, o governador Gladson Cameli confirmou na noite desta quarta-feira, 29, ao ac24horas, que seguirá a recomendação do Comitê Pacto Acre Sem Covid, que em votação definiu que o funcionamento dos templos religiosos – com capacidade de até 20% do público – volte a ser liberado somente na bandeira amarela e não na fase laranja, como vinha acontecendo há alguns dias.

“Com base nessas definições, não tem como manter aberto. Eu avisei que abriria, mas lembrei que os órgãos iriam se manifestar. Vou seguir o entendimento da maioria e vou revogar o decreto. Não quero correr o risco de levar um processo, é o meu CPF que tá em jogo”, disse o governador.

Com isso, o decreto publicado pelo governo na semana passada classificando as igrejas como atividades essenciais durante a Pandemia de Covid-19 deverá ser revogado.

Esta semana, o MPAC e o MPF deram prazo de 48 horas para que o Estado se manifestasse a cerca da recomendação de fechar os templos. No entanto, como o governador Gladson Cameli não está em solo acreano, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) pediu mais um prazo, até que Cameli chegue, para que a decisão seja tomada.

 

 

Por Marcos Venícius, ac24horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui