URGENTE: Em reunião, Comitê decide voltar a fechar templos religiosos no Acre

0
260

Uma extensa reunião que durou quase três horas para finalizar no início da noite desta quarta-feira, 29, encerrou com o Comitê do Pacto Acre sem Covid recomendando ao governo do Estado que o funcionamento dos templos religiosos – com capacidade de até 20% do público – volte a ser liberado somente na bandeira amarela e não na fase laranja, como vinha acontecendo há alguns dias.

Na reunião, a pauta do Comitê, composta por 12 membros, teve 10 votos a favor da reabertura de templos na fase amarela e apenas 2 votos para que as igrejas e outras entidades religiosas pudessem continuar com os templos abertos na fase laranja. Sendo assim, a maioria votou para que os templos sejam fechados durante a bandeira laranja da pandemia do coronavírus no Acre.

Agora, o Comitê irá emitir uma recomendação ao governo do Acre e vai caber a Gladson Cameli decidir se irá mudar o funcionamento dos templos para a fase amarela ou vai mantê-los funcionando na bandeira laranja. Conforme dito na reunião, os membros do Comitê querem que passem a valer as primeiras regras do Pacto Acre sem Covid, onde determina que igrejas, por exemplo, só podem abrir quando o Estado estiver na fase amarela da pandemia.

A reunião ocorreu após recomendação do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) e do Ministério Público Federal (MPF). Ambas somam-se agora com mais esta recomendação do Comitê do Pacto Acre sem Covid.

Esta semana, o MPAC e o MPF deram prazo de 48 horas para que o Estado se manifestasse a cerca da recomendação de fechar os templos. No entanto, como o governador Gladson Cameli não está em solo acreano, a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) pediu mais um prazo, até que Cameli chegue, para que a decisão seja tomada.

 

Thais Farias, ac24horas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui