Alan Rick apresenta projeto do “Parque da Cidade” ao Exército, em Brasília

A proposta inicial para a cessão da atual área do 7° BEC é que o governo do Estado doe um outro terreno ao Exército.

0
38

Um projeto inovador para criar um parque urbano no coração de Rio Branco e solucionar o problema de trânsito e mobilidade em duas das vias mais movimentadas da capital: esse é objetivo do Parque da Cidade.

O aproveitamento da área do 7º BEC – Batalhão de Engenharia e Construção prevê a criação de um novo espaço de lazer, esporte, cultura, gastronomia e entretenimento e o alargamento da Avenida Nações Unidas, da Rua Isaura Parente ou de ambas. Para ser construído o projeto precisa do aval do Ministério da Defesa e do Exército Brasileiro.

Em busca disso, o deputado federal Alan Rick (União Brasil), acompanhado do chefe da Representação do Governo do Acre em Brasília, Ricardo França, e do Secretário de Estado de Infraestrutura, Cirleudo Alencar, apresentou o projeto do “Parque da Cidade” ao Departamento de Engenharia do comando do Exército, em Brasília.

A comitiva acreana, liderada pelo deputado, foi recebida nesta quinta-feira, 05 de maio, pelo vice-chefe do Departamento de Engenharia e Construção, General de Divisão Paulo Roberto Viana Rabelo, pelo diretor de Patrimônio Imobiliário e Meio Ambiente, General de Brigada Jorge Luiz do Ó de Almeida, e pelo assessor especial da Diretoria de Obras Militares, Coronel Antônio Carlos Pavão Madureira. O encontro ocorreu no comando do Exército, na capital federal.

A proposta inicial para a cessão da atual área do 7° BEC é que o governo do Estado doe um outro terreno ao Exército.

“A área do Exército é fundamental no projeto para dar vazão ao tráfego modal da cidade de Rio Branco, como também preservarmos um espaço verde, valorizado culturalmente, respeitado pela sociedade porque o exército está presente. Isso possibilitará a duplicação das vias, a implementação de pistas transversais que ligarão as duas, e a construção desse parque totalmente arborizado, preservando a beleza que já é do local” – disse o secretário de Infraestrutura, Cirleudo Alencar.

O deputado federal Alan Rick acredita que o alargamento das vias é importante para dar mais fluidez ao trânsito da capital e para tanto a área do 7° BEC, que fica entre as duas vias, precisa ser usada. “Apresentamos a situação do trânsito de Rio Branco e o adensamento populacional nessa área ao redor do 7° BEC. Nesse contexto, a ideia de reformular a Vila Militar e o Hotel de Trânsito, que estão dentro da área do 7° BEC, deixou os militares bastante satisfeitos, porque será uma das áreas mais bonitas da Capital,” – explicou.

Segundo o parlamentar, o Exército pediu mais informações sobre as áreas apresentadas pelo Governo do Acre. Inclusive, informações topográficas das áreas, para já iniciar os estudos dessa possível permuta.

“Isso ocorre em vários estados. O exército se instala, a cidade cresce e vai sitiando. A gente vai ficando com a área bastante adensada, como o deputado, comentou.
As áreas que o governo está oferecendo para a realocação do quartel são áreas interessantes. Precisamos estudar, discutir o assunto, os detalhes com as equipes técnicas e aí voltamos a conversar” – disse o general de Viana.

Alan Rick saiu da reunião animado. “Saio extremamente satisfeito da reunião, esperançoso e ciente de que o Exército dará andamento ao nosso pleito, uma vez que os generais compreenderam a necessidade de fazermos essa intervenção no Centro de Rio Branco e nessas vias tão importantes.” – concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui