Cesta básica custa quase metade de um salário mínimo em Rio Branco

0
64

Em Rio Branco, a cesta básica consumiu 48,5% do salário mínimo (R$1.212,00) para comprar os itens da cesta básica de alimentação, limpeza doméstica e higiene pessoal no mês de março deste ano para o consumo de um trabalhador.

“Para uma família padrão de dois adultos e três crianças foi estimado um gasto mensal de R$ 1.772,67 com a cesta alimentar, R$ 209,89 com a cesta de limpeza doméstica e R$ 72,25 com a cesta de higiene pessoal, totalizando R$ 2.054,81 por mês”, informa a Secretaria de Estado de Planejamento, que produz a pesquisa mensal da cesta básica em Rio Branco.

Revertendo esse valor em quantidade de salário mínimo necessário para a subsistência dessa família, o custo estimado para aquisição das três cestas em março de 2022 foi de 1,70 salário mínimo.

Revertendo esse valor em quantidade de salário mínimo necessário para a subsistência dessa família, o custo estimado para aquisição dos três tipos de cestas foi de aproximadamente 1,70 salários mínimos.

Boa parte das famílias não tem esse dinheiro. Em fevereiro de 2022, a renda domiciliar per capita no Acre foi de R$888,00, segundo o IBGE -e de lá cá a inflação corroeu ainda mais esse baixo poder de compra.

Outro estudo, do Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas (Dieese) diz que com base na cesta mais cara, que, em março, foi a de São Paulo, e levando em consideração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deve ser suficiente para suprir as despesas de um trabalhador e da família dele com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, estima-se que em março de 2022 o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 6.394,76, ou 5,28 vezes o mínimo de R$ 1.212,00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui