Polícia prende em Assis Brasil jovem que matou namorada enforcada e o transfere para Brasileia

O jovem Antônio Renato almeida da Silva, de 18 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira, dia 17.

0
44
Antonio Renato foi preso poucas horas depois após matar a namorada em Assis Brasil.

O jovem Antônio Renato almeida da Silva, de 18 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira, dia 17, em uma casa distante cerca de dois quilômetros da cidade de Assis Brasil, município distante 330km da capital do estado do Acre.

O crime ocorreu na noite desta quinta-feira, dia 16. A jovem Maria Rairlane Rodrigues Gomes, de apenas 17 anos, foi morta após sessão de espancamento e enforcamento que teria durado cerca de 20 minutos dentro da casa da vítima.

Maria Rairlane Rodrigues Gomes, de apenas 17 anos, foi morta após sessão de espancamento e enforcamento

O motivo para o crime, seria o término do namoro por parte da jovem. Informações dão conta de um relacionamento abusivo por parte do assassino que já teria ameaçado de matar ela, ou, tirar sua vida caso acontecesse.

Segundo foi informado pelo delegado do Município, Erick Maciel, a jovem teria sido encontrada já sem vida por vizinhos e havia uma expectativa dos dois morarem junto, fato que não aconteceu e acabou em tragédia deixando os moradores da pequena cidade assustados.

Foi apurado que Antônio teria vendido uma moto e fugido para a cidade de Brasiléia, distante cerca de 210km após o crime. Momentos depois, retornou com para a tríplice fronteira e se escondeu na casa onde foi localizado e detido pela equipe da Polícia Civil e conduzido para delegacia.

Acusado foi transferido para Brasiléia por medida de segurança.

Por medida de segurança, o delegado Erick Maciel resolveu fazer a transferência do acusado para a cidade vizinha de Brasiléia, onde foi interrogado e contou como praticou o crime. A autoridade policial informou que os procedimentos em relação ao caso foram tomados e está encaminhando os documentos para que o juizado aceite o pedido de prisão preventiva do jovem.

Após ser ouvido, Antônio foi conduzido ao hospital de Brasiléia, para realizar exames de corpo delito e depois retornar para a delegacia, onde ficará à disposição da justiça, podendo ser transferido para o presídio na Capital e aguardar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui