Reunião com os coordenadores das rádios públicas do Acre destaca avanços e estabelece metas para 2022

0
75

O rádio, de modo geral, é visto como uma companheiro virtual, já que pode ser levada para qualquer lugar. Além disso, tem um alcance extenso em locais mais afastados. Por isso, nesta quarta-feira, 8, houve uma reunião de alinhamento com os coordenadores das rádios dos municípios de Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Brasileia, Cruzeiro do Sul e Rio Branco. O encontro foi realizado na sede da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), no centro da capital.

Reunião com os coordenadores das rádios do Acre. Foto: Diego Gurgel/Secom

Anfitriã do encontro, a secretária de Comunicação, Nayara Lessa, destacou: “Recebemos hoje com muita alegria os guerreiros que são coordenadores das rádios do Sistema Público para uma reunião de alinhamento. O rádio é o veículo de comunicação mais importante no interior e, para que ele funcione em toda sua plenitude, temos uma equipe engajada e pronta para levar as melhores notícias à população, além de sermos gratos por todos os investimentos históricos e amplos que o governador Gladson Cameli tem feito na comunicação estadual”.

Representante da Casa Civil, o coronel José Messias disse que há muitas atividades ocorrendo na capital e no interior e que há uma transparência dessas ações de governo em todas as secretarias por meio do rádio, podendo ser destacadas as de educação, saúde e segurança.

“O encontro na Secretaria de Comunicação objetiva a integração dos coordenadores do sistema de radiodifusão do Acre, e a secretária  Nayara Lessa tem desempenhado um trabalho essencial, que é o alinhamento dos gestores, a fim de divulgar as ações e trabalhos que estão sendo realizados no estado”, ressalta o coronel.

É um trabalho fundamental para que o público tenha conhecimento dos serviços que são ofertados e do que tem sido feito no Acre pelo governo do Estado.

“A importância desse alinhamento é trazer para a população rural a maior concentração de informações que são publicadas na Agência de Notícias, e nós radialistas as distribuímos para Feijó”, destacou o radialista do município, Gilberto Braga.

Gilberto Braga, coordenador da rádio de Feijó. Foto: Diego Gurgel/Secom

O coordenador ainda falou que o rádio é um meio potente de disseminação das informações no interior e na capital. Por essa razão, parabenizou a secretária Nayara Lessa.

“Os avanços são inúmeros, e ainda vamos realizar mais melhorias. Algumas foram sistematizadas em 2019 e serão vistas pela população do Acre ainda em 2022. A gestão do governo tem colaborado para que a Fundação Aldeia de Comunicação tenha condições para a realização de compras de equipamentos, reformas de unidades”, evidenciou o diretor-presidente da Rádio Aldeia de Rio Branco, Lucenildo Lima da Silva.

Diretor-presidente da Rádio Aldeia de Rio Branco, Lucenildo Lima da Silva. Foto: Diego Gurgel/Secom

O gestor ainda relatou que houve progressos no sistema AM, na substituição do antigo transmissor valvulado por um digital transistorizado. Isso possibilita a redução de gastos e potencializa o alcance de transmissão no interior e na capital.

A próxima fase é entregar a rádio de Cruzeiro do Sul reestruturada. A revitalização está sendo realizada pela secretarias de Infraestrutura (Seinfra) e de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict). Além disso, já temos progressos nos processos de licitação para equipamentos. Também estão sendo providenciados o aumento de potência e a padronização do sistema. Isso irá triplicar o alcance das rádios no estado.

Radialistas do Acre e secretária de Comunicação, Nayara Lessa. Foto: Diego Gurgel/Secom

“As trocas de experiências na reunião foram fundamentais. Além disso, é preciso compartilhar ideias e propostas, a fim de melhorar o Sistema Público de Comunicação do Acre”, disse o responsável pela coordenação da Aldeia FM de Tarauacá, Albanir Moraes.

“Precisamos do suporte da Secretaria de Comunicação do Acre (Secom). Dessa forma, quando dialogamos as questões de comunicação pública, elevamos o grau de resolutividade. Em Sena Madureira grande parte da população se informa por meio do rádio, e isso mostra a importância da radiodifusão para as pessoas”, pontou o radialista Ednaldo Gomes.

Radialista Ednaldo Gomes. Foto: Diego Gurgel/Secom

“A rádio é um dos sistemas mais antigos da comunicação, e isso faz com que continuemos na busca por renovação e aproveitemos as novidades. Vejo nessa gestão a vontade de aproximar os gestores e de melhorar as ferramentas dos trabalhadores da rádio”, afirmou o responsável da radiodifusão de Brasileia, Leo Costa.

Responsável da radiodifusão de Brasileia, Leo Costa. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Esse encontro salienta a importância do alinhamento na gestão, e a secretária Nayara tem nos dado apoio, pois tem levado nossos anseios ao governador do Acre e, por causa disso, no próximo mês iremos inaugurar as novas estruturas da Rádio de Cruzeiro do Sul”, frisou o coordenador da rádio, Erisney Mesquita.

O radialista ainda relatou que o Acre vive um novo momento, pois em 2018 recebeu a rádio com mínimas condições de trabalho, mas a atual  gestão do governo do Estado tem feito muitas melhorias no sistema de rádio.

Coordenador da Rádio de Cruzeiro do Sul, Erisney Mesquita. Foto: Diego Gurgel/ Secom

“É importante alinhar a linguagem jornalística por meio do rádio, e nesse encontro foram listados os avanços e também os desafios nos quais precisamos trabalhar. O governador do Acre tem um olhar atencioso para o sistema público de comunicação. Por isso, levamos propostas a fim de modernizar os espaços”, disse Raimundo Fernandes, da Rádio Difusora Acreana.

O coordenador da Rádio Difusora do Acre complementou que a Secom tem  ajudado a fazer um trabalho harmonioso o qual tem sido apresentado à população.

Raimundo Fernandes, coordenador da Rádio Difusora Acreana. Foto: Diego Gurgel/ Secom

O profissional da rádio é geralmente um sujeito multifacetado. Ele produz e gerencia muitos gêneros jornalísticos, sendo eles: informativo, interpretativo, opinativo e utilitário. Todas essas categorias auxiliam na divulgação das informações para a sociedade acreana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui