Família que ficou com queimaduras de 2º grau é transferida para o PS em Rio Branco

0
46

Três pessoas da família que ficou ferida após o gás de cozinha vazar e causar uma explosão foram transferidas para o Pronto Socorro de Rio Branco para tratamento intensivo. O acidente ocorreu no Seringal Santa Luzia, Colocação Boca de Mel, região do Rio Macauã, zona rural de Sena Madureira, interior do Acre. As chamas atingiram um galão de gasolina que estava próximo, causando uma nova explosão.

Na residência havia um casal e duas crianças, um bebê de 10 meses e outra de 3 anos. O bebê já recebeu alta e está com parentes em Sena Madureira. O acidente ocorreu nessa quarta-feira (23) e a família foi resgatada com ajuda do Corpo de Bombeiros da cidade.

A direção do Hospital João Câncio informou que o casal e a criança de três anos ficaram mais graves, sendo que a mulher ficou com mais da metade do corpo queimado, inclusive as partes íntimas.

Aos bombeiros, a família relatou que estava fritando bolinhos de chuva quando a mangueira do gás desconectou e com isso começou um incêndio porque havia um recipiente com gasolina.

A casa, que era de madeira, foi completamente consumida pelo fogo. Os pais conseguiram salvar as crianças. Segundo a direção do hospital de Sena Madureira, para onde a família foi levada inicialmente, o homem, Ricardo Ferreira da Silva, de 30 anos, teve 45% do corpo queimado.

O g1 conversou com Antônia Ferreira, irmã dele, que contou que a família perdeu tudo e que conseguiram ajuda com algumas roupas para as crianças no hospital, mas que no momento estava focados na recuperação.

De acordo com o hospital, a mulher, identificada como Glória, e o filho de 3 anos foram transferidos para Rio Branco por estarem em uma situação mais delicada. A criança de 10 meses já recebeu alta e o pai deve ser transferido ainda nesta quinta (25) também para o PS da capital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui