25 fevereiro 2024

Acre segue com alta de casos de síndrome respiratória aguda, diz Fiocruz

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Na contramão da média nacional, o Acre segue com crescimento na tendência de longo prazo de casos de síndrome respiratória aguda grave, segundo o novo boletim do InfoGripe da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 9.

Das 27 unidades da federação, apenas Acre, Amazonas, Espírito Santo e Pernambuco seguem em alta de casos.

A maioria dos estados segue com estabilização ou queda em um patamar relativamente baixo. A análise aponta para queda de SRAG nas tendências de longo prazo (últimas seis semanas) e curto prazo (últimas três semanas).

De acordo com o coordenador do InfoGripe, Marcelo Gomes os dados ainda indicam predomínio dos casos positivos para Covid-19 na população adulta. Nas crianças de 0 a 4 anos, o vírus sincicial respiratório (VSR) mantém presença expressiva especialmente no Espírito Santo, Distrito Federal, Minas Gerais, São Paulo, e nos três estados da Região Sul.

Por Bruna Mello/Com informações Agência Brasil

Veja Mais