25 maio 2024

Acre registra menor preço de cesta básica entre todas as regionais brasileiras, aponta pesquisa do Dieese e Procon

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Foto: Edmilson Tanaka/Foto

Uma pesquisa divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) e pelos Institutos de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) estaduais apontou que a capital do Acre, Rio Branco, registrou o menor preço médio da cesta básica entre todas as regiões do Brasil.

Com base no valor atualizado do salário mínimo, a média nacional indica que a cesta básica representa cerca de 56% do quantitativo de R$1.302. Entretanto, os valores específicos das 27 unidades da federação foram observados na pesquisa.

O estado com a cesta básica mais cara do país é São Paulo, onde o produto chegou a custar R$779 e consome 59% do rendimento do trabalhador. Já o Acre é o estado que registra a cesta básica de menor valor, a R$526. A região norte e do Brasil é a única que apresenta a estimativa de apenas 40% do salário mínimo na aquisição do ‘sacolão’.

Além disso, o levantamento mapeou os preços em alta e em queda de alguns alimentos essenciais nos últimos 12 meses. O valor do leite integral elevou-se 31%, farinha de trigo 36%, feijão 27%, arroz 14% e café em pó 16%. Já as maiores reduções foram na carne bovina de primeira -2,42%, óleo de soja -2,04% e no açúcar -1,90%.

De acordo com a pesquisa, seria necessário que o salário mínimo fosse 5,03 vezes maior para custear as despesas básicas de uma família brasileira. Esses dados mostram a difícil situação que muitas pessoas enfrentam para adquirir alimentos essenciais para a sobrevivência e evidenciam a necessidade de políticas públicas para garantir o acesso a uma alimentação adequada e saudável.

Veja Mais