17 maio 2024

Acusado de furtar 170 animais no Acre tem bens apreendidos para pagar vítima e despesas judiciais

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Foto: Larissa Melo

Acusado de furtar 170 animais de uma fazenda no interior do Acre tem bens apreendidos para garantir ressarcimento da vítima e pagamento das despesas judiciais.

O furto ocorreu em setembro de 2021 e resultou na recuperação de 28 garrotes em uma fazenda no Amazonas e outros três garrotes em um projeto de assentamento na zona rural do Bujari.

Posteriormente, descobriu-se que o acusado vendeu sete bois para um açougueiro local. O Ministério Público Estadual (MP-AC) pediu a penhora da residência, caminhonete e dinheiro das contas bancárias do acusado durante audiência de instrução.

A Promotoria de Justiça Cumulativa de Bujari informou que o crime causou um prejuízo de mais de R$ 500 milhões ao fazendeiro, tornando-o hipossuficiente para custear as despesas do processo. O acusado admitiu apenas o furto dos animais encontrados pelos policiais.

Veja Mais