17 maio 2024

Prefeitura de Rio Branco anuncia projeto de lei no valor de R$ 10 milhões para ajudar microempresários afetados pela enchente

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Foto: Val Fernandes/Assecom

A Prefeitura de Rio Branco lançou um projeto de lei no valor de R$ 10 milhões para ajudar as famílias de microempresários afetados pela enchente dos igarapés e do Rio Acre. O projeto Recomeçar foi elaborado em parceria com a Associação Comercial, Industrial, de Serviço e Agrícola do Acre (Acisa), que fará o levantamento dos pequenos empresários prejudicados. O projeto ainda será encaminhado para a Câmara de Vereadores da capital para aprovação.

Segundo a prefeitura, dos R$ 10 milhões anunciados, R$ 5 milhões já estão sendo usados para assistência aos moradores desabrigados. Cerca de 1,9 mil pessoas estão desabrigadas e a estimativa é de que o número de desalojados seja acima de 4 mil pessoas. Rio Branco tem 32 abrigos em escolas com famílias atingidas pela enchente do Rio Acre e enxurrada dos igarapés.

Confira mais:

Enchentes no Acre: Rio Acre continua subindo em Rio Branco

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de Rio Branco (SASDH) ficará responsável por fazer o levantamento dos prejuízos causados às famílias, como pertences estragados pelas águas. O prefeito Tião Bocalom destacou que a lei deverá ser preparada até quarta-feira (29) e que o processo de compra pode levar de 30 a 45 dias.

O Rio Acre atingiu a marca de 16,80 metros nesta segunda-feira (27), o que representa um desastre de grandes proporções. O coordenador da Defesa Civil Municipal, tenente-coronel Cláudio Falcão, afirmou que a enchente está evoluindo e a probabilidade é de que o nível do Rio Acre se aproxime dos 17,45 metros. A principal missão, segundo o coronel, é preservar vidas, removendo famílias de casas que estão colapsando para preservar a segurança de todos.

Veja Mais