24 julho 2024

Assessor de imprensa do Atlético-GO suspenso após incidente com Felipe Melo

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
Felipe Melo, do Fluminense, empurrando um assessor do Atlético-GO por trás após levar a virada — Foto: Reprodução

Álvaro de Castro, assessor de imprensa do Atlético-GO, foi suspenso por 15 dias pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido ao incidente envolvendo Felipe Melo, do Fluminense. O caso ocorreu no fim do jogo da nona rodada do Campeonato Brasileiro, realizado em 15 de junho no Maracanã.

Publicidade

Nesta quarta-feira, Álvaro foi julgado pela 3ª comissão disciplinar e recebeu a punição por “invasão de campo”. Por sua vez, Felipe Melo foi suspenso por uma partida.

Relembrando o incidente, Felipe Melo empurrou Álvaro de Castro, que passava em frente ao banco de reservas do Fluminense, logo após o segundo gol do Atlético-GO, marcado por Mateo Zuleta, nos acréscimos do segundo tempo. O jogo foi encerrado imediatamente após o incidente.

Álvaro de Castro relatou ter sofrido ameaças e agressões por parte de funcionários do Fluminense dentro do Maracanã após o jogo, embora o Fluminense tenha negado as acusações.

O assessor de imprensa do Atlético-GO também registrou um boletim de ocorrência contra Felipe Melo, a quem descreveu como “desprezível”. O clube emitiu uma nota oficial classificando Felipe Melo como “covarde, desumano e antidesportista”.

Veja Mais