Foco da auditoria na SEE é dar segurança em galpões da merenda escolar com câmeras 3D, cerca elétrica e identificação digital

As empresas estão atrasando o salário dos trabalhadores e isso contribui para agravamento da crise no Estado.

0
94

Por Edmilson Ferreira

A auditoria da Controladoria-Geral do Estado na Secretaria de Estado da Educação quer mais segurança nos galpões da alimentação escolar. O maior deles, o galpão da Estrada da Floresta, passa por uma reforma mas a auditoria pede para todos instalação de câmeras 3D com monitoramento de 24 horas, cercas elétricas, concertinas e identificação digital para controle de entrada e saída de funcionários nos almoxarifados e galpões.

Durante a apresentação de resultados e propostas realizada nesta quarta-feira (21) foi abordada a redução dos serviços terceirizados em 30%, conforme o que dispõe o decreto nº 8.219, de 3 de março de 2021.

“Essa redução é necessária, não só pelo decreto, mas também pelo princípio da economicidade. Nós estamos em um momento de queda de arrecadação, recursos menores do Fundeb, além de toda situação gerada pela pandemia”, disse o controlador-geral, Luis Armando, em entrevista à Agência de Notícias do Acre.

O serviço terceirizado da SEE tem sido bastante criticado por deputados e ativistas. As empresas estão atrasando o salário dos trabalhadores e isso contribui para agravamento da crise no Estado. Na sessão da terça-feira (20) oito deputados fizeram menção aos salários atrasados e pediram providência ao Governo do Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui