20 julho 2024

Detentos da rebelião no Acre são transferidos para penitenciária de Mossoró, RN

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Publicidade

Quatorze detentos envolvidos na rebelião que ocorreu no Presídio Antônio Amaro Alves, em Rio Branco, foram transferidos por meio de uma operação realizada pela Polícia Federal. A decisão de transferência foi tomada com base em determinação judicial e o processo continua em sigilo de justiça.

Durante a época da transferência, a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) não divulgou publicamente o destino final dos presos. No entanto, nesta quarta-feira (4), a Secretaria Nacional de Políticas Penais, vinculada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, confirmou ao ContilNet que os detentos foram encaminhados para a Penitenciária Federal de Segurança Máxima de Mossoró, situada no interior do Rio Grande do Norte.

É relevante ressaltar que a Penitenciária Federal de Mossoró é conhecida por abrigar membros de facções criminosas, narcotraficantes e criminosos notórios. Entre os que já passaram por essa unidade estão nomes como Fernandinho Beira-Mar (que permaneceu por três anos no local antes de ser transferido para o Mato Grosso do Sul), Cabeça Branca e Marcola (que, neste ano, foi transferido para Brasília por determinação do ministro da Justiça, Flávio Dino).

Veja Mais